9 de novembro de 2009

Chegada a San Pedro de Atacama

18-Setembro-2009

A poucos km’s da Lagoa Verde fica um posto fronteiriço da Bolívia.
Despedimo-nos dos nossos companheiros e carimbamos o passaporte. Estamos no Chile.


Assim que entramos no Chile, tudo muda... A paisagem é a mesma (consta que o próprio vulcão Licancabur é metade chileno e metade boliviano, ainda que para mim isso seja difícil de imaginar..) mas de resto tudo é diferente. Do lado chileno as estradas são alcatroadas até ao posto fronteiriço e há placas com indicações quilométricas. Sabemos que faltam exactamente 45km para San Pedro de Atacama.

São 45km sempre a descer. Baixamos dos 4300m da Lagoa Verde até aos 2400m de San Pedro em 30min. Os ouvidos estalam. Á medida que descemos, sobe a temperatura até uns 30ºC com os quais estamos mais familiarizados, mas em termos de altitude continuamos mais altos que outras cidades como por exemplo o Katmandu.

No posto fronteiriço chileno à entrada da cidade somos todos revistados pois não podemos trazer nenhum tipo de comida ou vegetal... mas de algum modo as folhas de coca lá arranjam maneira de passar unnoticed.

Para além de hiper-vestidos estamos hiper-empoeirados do altiplano. Termos acordado às 04h30 com -10ºC perto da Laguna Colorada na Bolívia já parece ter sido noutra vida.

3 comentários:

Vagamundos disse...

Vamos seguir com atanção as vossas pegadas por San Pedro, para a podermos revisitar e conhecê-la aos vossos olhos. Saudades de uma poeirada do Atacama!

fm disse...

gosto muito da placa da Bolivia...a a chilena é deja vu

ana disse...

estou a ver k kdo chegar a kasa k vou ter mto pa ler... infelizmente ainda n estou em casa..beijinhos...