30 de abril de 2012

como fizémos um trekking em 3 dias

Fizemos batota.
A verdade é que o nosso trekking foi "adaptado"... para poder caber num espaço temporal disponível tão curto.


No mapa o percurso a vermelho marca um dos trekkings mais populares do Nepal: o Circuito dos Annapurnas. Existem muitas variantes deste trek e uma delas é o que contempla a 2ª metade do circuito, o Jomsom-Muktinath Trekking, que começa normalmente com um vôo de Pokhara até Jomsom e depois dura entre 7 a 10 dias em direcção a Sul. Este é um verdadeiro "tea-house trek". Chamam-se assim os trekings "casa de chá" pois pelo caminho existem muitas povoações com estalagens sempre com uma chaleira a fumegar, um prato de lentilhas ao fogão e um colchão para cochilar. Como é muito fácil encontrar estes locais, não é preciso acampar... e o contacto com a população é muito real, vemos o seu modo de vida, ouvimos as suas histórias, rimos com os momentos lost in translation... isso é do melhor que há aqui.
O nosso foi um Jomsom-Muktinath Trekking "interrupted" e está marcado no mapa, cada dia com a sua côr: os pontinhos significam o percurso que fizemos efectivamente a pé, e as linhas mostram o percurso feito de autocarro ou jipe. Ou seja, não acreditem em ninguém que diz que fez um trekking entre Muktinath e Tatopani em 3 dias.

Com grande pena nossa pusemos de parte o percurso de Tatopani em direcção a Ghorepani, Poon Hill, Ghandruk... de pelo menos mais 3/4 dias com vistas fenomenais para os Himalaias...

Há tanto mundo para ver e tão pouco tempo. O mais importante é ter a certeza que se vai aproveitando, não é?


2 comentários:

VagaMundos disse...

Sem duvida! E voces vão aproveitando bem :) E quando não há tempo é melhor fazer com a tal "batota" (que acaba por não o ser) do que não fazer.

Carlos Mendes disse...

Há mesmo muito para ver...